Seguidores

quarta-feira, 17 de março de 2010

TURISMO LEVADO A SÉRIO


Quero manifestar minha opinião sobre um assunto que envolve todos os moradores desta tão querida cidade, que é a falta de uma política de turismo em Paraty, ou seja, o turismo levado a sério. É inadmissível que em cinco anos da atual administração passaram pela Secretaria de Turismo e Cultura sete Secretários, isto demonstra claramente a falta de uma política de Turismo que defina as prioridades para o setor.

Falar sobre turismo é falar de uma atividade que hoje lidera o ranking mundial entre os setores produtivos que mais geram empregos no mundo, exercendo impacto em 52 setores da economia. Os dados são da ONT Organização Mundial de Turismo.

A atividade turística ocupou um espaço muito particular na economia brasileira e Paraty está inserida neste contesto e por isso deve ser utilizada, de forma organizada, como estratégia de crescimento econômico com justiça social.

O turismo é alavanca para o desenvolvimento sustentável da economia e nos últimos anos responsável por um razoável percentual das divisas que entraram no país, através dos milhões de estrangeiros que visitaram anualmente o Brasil e Paraty, cidade escolhida para compor a política federal de turismo, 65 destinos indutores de turismo e cidade em referência cultural.

Os turistas ficam encantados com as nossas belezas naturais, nossa cultura e receptividade do povo paratyense, mas se não lutarmos para construir uma imagem de cidade como destino turístico de primeira linha, dificilmente seremos uma cidade competitiva no mercado nacional e internacional.

Recentemente foram colocados vários painéis na Avenida Brasil, com os dizeres “conheça Paraty” exemplo de marketing não compatível com perfil de turistas que queremos atrair para Paraty. Ao contrário deste exemplo temos que arregaçar as mangas e iniciar um planejamento, ou seja, implantar de fato uma política de turismo, visando um plano efetivo de marketing e infra-estrutura, para que um verdadeiro ataque seja feito aos grandes centros emissores de turistas.

É importante que entendamos como prioridade à elaboração de um planejamento de marketing elaborado por profissionais competentes e baseado numa política séria de turismo, divulgando institucionalmente a cidade de Paraty.

Não podemos usar como exemplo a assinatura de convênio entre a Prefeitura e o Convention Bureau para divulgar Paraty institucionalmente, uma grande soma financeira foi usada sem obter o retorno comercial para os diversos setores produtivos de Paraty.

Por fim cabe ressaltar que Plano de Desenvolvimento Turístico de Paraty aprovado pela Câmara de Vereadores e sancionado pelo Prefeito foi fruto de grande discussão e que contempla uma série de projetos e políticas públicas capazes de eliminar os entraves ao desenvolvimento sustentável da atividade turística em Paraty.

Um momento para a reflexão, Paraty não pode seguir o exemplo do time de futebol, quando time vai mal muda o técnico, em Paraty muda-se o Secretário de Turismo e Cultura.

Um comentário:

  1. DEVERIA MUDAR O PREFEITO, MAIS ESSE ACHO QUE VAI MUITO BEM, JA QUE VOTARAM NELE DE NOVO, DEVE TA AGRADANDO, SÓ NÃO SEI A QUEM...

    ResponderExcluir